Três visitantes são flagradas sob posse de drogas durante dia de visita, na Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia

Os casos foram repassados à Polícia Civil para providências cabíveis; a direção da unidade prisional abriu procedimentos administrativos para apuração institucional

Servidores da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Aparecida de Goiânia, unidade pertencente à 1ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), evitaram a entrada de drogas no local, neste domingo, 11/08, em dia de visita. Os entorpecentes apreendidos nas três ocasiões, substâncias análogas à maconha, foram encontrados com mães de presos, durante procedimento de revista.

Na primeira ocorrência, a visitante foi flagrada sob posse de porções da droga escondidas em um tênis, junto a papeis de seda. Já no segundo e terceiro casos, os entorpecentes estavam nas partes íntimas das mães de custodiados.

De acordo com a direção do local, todo o material apreendido e as visitantes foram encaminhados à Polícia Civil para as devidas providências. A administração da unidade apura as ocorrências para aplicação de sanções disciplinares aos destinatários das drogas encontradas, em conformidade com a Lei de Execução Penal.

O rigor e a eficiência empregados por servidores penitenciários durante o procedimento de revista vão ao encontro das diretrizes do Governo de Goiás para manutenção da segurança em ambientes carcerários de todo o Estado.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726
(62) 99858-4776

Compartilhar: