Suspeito de furtar energia elétrica é preso pela Polícia Civil em Posse

A ligação clandestina trouxe um prejuízo médio de R$ 4.000,00 mensais, aos cofres públicos.

Um homem, de 66 anos, foi preso pela Polícia Civil de Goiás, suspeito de furtar energia elétrica, no município de Posse, no Nordeste goiano. A detenção ocorreu na manhã desta quinta-feira (24/09) e contou com o apoio do Ministério Público Estadual. As investigações tiveram início, depois que a polícia recebeu a notícia de que moradores do Povoado “Marmeladas de Boas Tardes” estavam tendo problemas com a distribuição de água.

Segundo as denúncias, o problema seria motivado pela má distribuição de energia elétrica. As equipes foram até o local, junto a um perito criminal e eletricistas do município, para verificar a situação. Após averiguação, os policiais identificaram que um proprietário rural tinha desligado o seu padrão de energia e religado a rede ao padrão do Povoado, algo que gerava uma sobrecarga no equipamento, causando o enfraquecimento nas bombas d´água que abastecem as residências.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Alexandre Câmara, o problema já havia sido identificado por equipes da distribuidora de energia. “A Enel já tinha feito algumas diligências e observado irregularidades na transmissão de energia no local. Ficou evidenciado o que é comumente chamado de ‘gato’. Essa situação foi materializada por intermédio da perícia realizada pela Polícia Técnico Científica.”, afirmou.

A ligação clandestina, segundo a Polícia Civil, trouxe um prejuízo médio de R$ 4.000,00 mensais, aos cofres públicos. O prejuízo total, contudo, ainda está sendo calculado pelo município, juntamente com a Enel. Com a comprovação do crime, que trouxe impactos à cidade e aos moradores, os policiais iniciaram uma série de diligências, nos municípios de Iaciara, Alvorada do Norte, Mambaí e Posse, onde o empresário foi localizado e preso.

Após a detenção, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Polícia de Posse, onde foi autuado pelo crime de furto de energia elétrica. As investigações continuam, para a apuração de outros casos similares na região. “Nós temos outros pontos nessa situação no município. Eu aguardo agora a identificação e relação desses pontos e nós vamos fazer um trabalho para realmente acabar com essa situação na região”, pontuou.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar:
Pular para o conteúdo