SSP inicia novo curso de formação do Batalhão de Operações Especiais

Policiais serão capacitados para ações de alto risco. “Capacitar as forças policiais é fundamental para combater o crime”, diz secretário Rodney Miranda

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) deu início nesta quinta-feira (17/01), ao 11º Curso de Formação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar. Um dos principais objetivos é capacitar os policiais para atuação em casos mais graves, como sequestro, resgate de reféns e incursões em locais de alto risco, por exemplo. Na aula inaugural, também foram entregues 58 novas pistolas à unidade especializada.

Para o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, o processo de formação continuada das forças policiais é fundamental no combate à criminalidade. “A profissionalização das forças policiais vai muito de além de equipar os agentes de segurança. É preciso treiná-los de forma continuada, capacitá-los, e neste aspecto, o BOPE é uma referência de excelência”, afirmou.

No total, 60 policiais iniciaram o curso que tem duração prevista de pouco mais de três meses. Deste número, 49 são da PM goiana. Também participam da formação integrantes da Polícia Federal, Polícia Civil do Distrito Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar de sete outros estados. “Estamos treinando policiais para momentos de extrema crise. Serão testados nos limites físicos e mentais”, destacou o comandante-geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Renato Brum. O BOPE é comandado pelo tenente-coronel Giovani Rosa da Silva.

A aula inaugural contou com palestra de agente da Polícia Federal, Eduardo Maia Betini que é instrutor do Batalhão de Operações Especiais da PM do Rio de Janeiro e da Academia da Força Nacional de Segurança Pública. Ele atuou em diversas operações, como a pacificação do Complexo do Alemão e do Complexo de São Carlos, e é co-autor do livro “Retomada do Complexo do Alemão”.

 

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027 

 

Compartilhar: