Seis foragidos foram recapturados em rodovias no último final de semana

A polícia também apreendeu quatro armas de fogo, recuperou um veículo roubado e dois homens foram presos por suspeita de receptação e estelionato

A Polícia Militar recapturou pelo menos seis foragidos da Justiça em rodovias goianas no último final de semana. Quatro armas de fogo também foram apreendidas e um veículo roubado foi recuperado. A intensificação no patrulhamento das rodovias que cortam o Estado foi determinada pelo governador Ronaldo Caiado e pelo secretário de Segurança Pública Rodney Miranda. Desde o início de 2019, a medida resultou em diversas apreensões de drogas, além de prisões de criminosos e recuperação de cargas roubadas.

Na noite de sexta-feira (10/01), Comando de Operações de Divisas (COD) recapturou um foragido da Justiça em Jataí. O homem portava documentação falsa e foi levado para a 14ª Delegacia Regional de Polícia da cidade.

O Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (BPMRv) foi responsável pela recaptura de dois foragidos na GO-010, em Luziânia. A unidade também recapturou foragidos em Rio Verde, em Palmeiras de Goiás e Senador Canedo. Com o foragido encontrado na GO-536, em Senador Canedo, foram apreendidos dois revólveres de calibre 32 e 12 munições.

Neste domingo (12), na GO-241, em Minaçu, o Batalhão da PM Rodoviária apreendeu dois revólveres de calibre 22 e 36 munições. Dois homens foram detidos por suspeita de porte ilegal de armas de fogo.

Também no domingo, o BPMRv foi responsável pela recuperação de um veículo roubado na GO-010, em Luziânia. O carro foi abandonado pelo suspeito com duas mulheres, que supostamente teriam sido convidadas por ele para uma viagem até Goiânia.

Combate à receptação
Dois homens foram presos no sábado (11), suspeitos de receptação e estelionato na região de Posse, no Nordeste de Goiás. Eles foram flagrados com diversos aparelhos eletrônicos e notebooks e confessaram que os equipamentos eram de origem ilícita. Aparelhos que custavam R$ 3 mil eram vendidos pelos suspeitos nas redes sociais por R$ 200. A abordagem foi feita pelo Comando de Operações de Divisas.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: