Quatro integrantes de uma associação criminosa são presos durante operação do COD em Goiás e no DF

Grupo é suspeito de participar de um esquema de roubo, adulteração de veículos de luxo, falsificação de documentos e tráfico de drogas. Eles atuavam em Cocalzinho de Goiás, Águas Lindas (GO) e em Sobradinho (DF).

Equipes do Comando de Operação de Dividas (COD) da Polícia Militar, prenderam entre esta terça (28/07) e quarta-feira (28/07), quatro pessoas, integrantes de uma associação criminosa. Elas são suspeitas de participar de um esquema de roubo, adulteração de veículos de luxo e falsificação de documentos em Goiás e no Distrito Federal. A polícia acredita ainda que o grupo tenha envolvimento com o tráfico de drogas. Com eles foram encontrados veículos roubados e adulterados, documentos falsos e porções de entorpecentes.

Segundo a PM, o caso foi descoberto depois que os suspeitos tentaram produzir documentos falsos em cartório para aplicar golpes na venda de um carro, que havia sido roubado e clonado, em Cocalzinho de Goiás, no Entorno do DF. Um deles foi preso pela Polícia Civil da região. Os três outros indivíduos fugiram em uma caminhonete. As equipes do COD foram acionadas e iniciaram as buscas pelos suspeitos, na BR-070. Pouco tempo depois, eles foram localizados, em Águas Lindas de Goiás.

Durante a abordagem, um dos membros do grupo apresentou uma identidade falsa e ainda documentos falsificados do veículo, que era adulterado. Os policiais então foram até um endereço, indicado pelos suspeitos e no local, encontraram outro veículo, que havia sido roubado há poucos dias. A caminhonete estava com placas também adulteradas. Na residência foram apreendidos ainda 1 kg de maconha e uma balança de precisão.

Aos militares, os vizinhos relataram que o fluxo de veículos de um dos indivíduos era grande, incluindo alguns de luxo, como uma Mercedes Benz C200. Os policias chegaram a encontrar as chaves do carro, mas o veículo não foi localizado. Os suspeitos, além do material e dos veículos apreendidos, foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Águas Lindas. O grupo deverá responder por estelionato, fraude documental, adulteração de sinais identificadores de veículos, receptação e tráfico de drogas.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: