Procon Goiás recomenda cautela com as compras de pacotes de viagens para as férias

No 1º semestre de 2019, foram registradas 520 reclamações contra agências de turismo no órgão. Confira dicas para evitar problemas

Chegou o mês de julho e o tão esperado período de férias! Para muitos, é hora de aproveitar para descansar e viajar com os familiares e amigos. O primeiro passo é fazer o planejamento da viagem. Quem deixar para a última hora, corre o risco de encontrar os preços de passagens e pacotes mais elevados, o que pode extrapolar o orçamento.

Por isso, o Procon Goiás recomenda que o consumidor fique atento e pesquise antes de fechar o negócio. As despesas fixas mensais como: água, energia elétrica, telefone, alimentação, transporte, por exemplo, devem ser consideradas.

O Procon Goiás também orienta que os consumidores avaliem com cautela as condições ofertadas por sites ou aplicativos especializados, que oferecem promoções nas passagens aéreas e pacotes de viagens – que podem incluir desde o transporte, hospedagem e alimentação, até traslados, passeios opcionais e serviços complementares a preços acessíveis, para evitar uma futura dor de cabeça.

No primeiro semestre de 2019, foram registradas 520 reclamações relacionadas à má-prestação de serviço por agências de viagens no órgão.

Recomendações

O Procon Goiás elaborou algumas dicas para orientar o consumidor na hora da compra de pacotes de viagens pela internet:

  • Programe a viagem com antecedência e certifique-se sobre a efetivação do pacote;
  • Fique atento ao que é ofertado no pacote (nacionais e internacionais; individuais e coletivos);
  • Verifique se a agência de turismo está regularmente cadastrada junto ao Ministério do Turismo através do site https://cadastur.turismo.gov.br/hotsite/#!/public/sou-turista/inicio ;
  • Consulte o site Reclame Aqui para checar se há reclamações de consumidores relacionadas aos estabelecimentos comerciais;
  • Converse com amigos e familiares para ter referências sobre as agências de viagens que pretende contratar;
  • Guarde todos os materiais publicitários relacionados à compra do pacote de viagem ou passagem aérea (recortes de jornais, revistas, “prints” de sites, e-mails trocados durante a negociação, etc.);
  • Exija as confirmações de reserva, passagem e demais serviços por escrito, conferindo informações de check-in, check-out e taxas.

É importante saber os detalhes do serviço oferecido, pois caso haja descumprimento de alguma parte do contrato, esse mesmo material  pode ser usado para posterior reclamação ou reivindicação de direitos no Procon Goiás ou na Justiça.

Translado

Alguns pacotes incluem o serviço de translado aeroporto/hotel e hotel/aeroporto. Este serviço garante conforto para o turista, que, ao desembarcar, não tem que se preocupar com táxi ou outro tipo de transporte, mas muitas vezes pode ser bem mais caro do que pegar um táxi. Confirme os valores e veja se vale a pena incluir o translado no seu pacote.

Hospedagem

Fique atento às opções de hotel antes de aceitar a primeira que a agência de turismo oferecer. As operadoras são parceiras de vários hotéis para um mesmo destino. Então, escolha um que atenda todas as suas necessidades e se encaixe mais no seu perfil.

Confira a localização na hora da escolha. Quanto mais distante do hotel, mais gastos você terá. É importante saber o tipo de acomodação que está sendo oferecido (se o quarto é suíte, tem ar-condicionado, televisão, frigobar, varanda, vista para o mar, internet, entre outros), já que em um mesmo hotel existem vários tipos de quartos e cada um com preços diferentes.

Alimentação

Confira os tipos de alimentação que o pacote pode oferecer:

  • Com café da manhã, quando o turista poderá tomar o café da manhã no hotel (este é o tipo mais comum entre os pacotes);
  • Meia-pensão, que dá direito ao café da manhã e uma refeição, que pode ser almoço ou jantar;
  • Pensão completa: neste modelo o viajante pode tomar café da manhã, almoçar e jantar no hotel;
  • E, por fim, o sistema all-inclusive, muito comum nos resorts, onde todas as refeições, incluindo lanches durante todo o dia e as bebidas (alcoólicas e não alcoólicas) estão liberadas para consumo a vontade.

Passeios

Outro detalhe importante que deve ser avaliado quando vamos escolher um pacote turístico é saber detalhadamente quais passeios estão inclusos. Em alguns casos, somente um city-tour está incluso inicialmente, com a possibilidade de você fechar outros de acordo com sua preferência.

Cancelamento

Em caso de cancelamento da viagem, se a iniciativa for por parte da agência, ela deve fazer o reembolso da quantia paga, incluindo prejuízos financeiros e possíveis danos materiais ou morais.

No entanto, se o consumidor quiser cancelar o serviço, deve fazê-lo por escrito, atendo-se ao que dispõe o contrato e ao valor total do pacote, uma vez que a empresa pode cobrar multa, sendo que nas compras pela internet o consumidor deverá seguir as orientações do site.

Vale ressaltar que há responsabilidade solidária da agência de viagens pelos problemas na prestação dos serviços relacionados ao pacote de viagem, conforme regra exposta no artigo 14 do Código de Defesa do Consumidor.

Quanto mais próximo da viagem ocorrer o cancelamento, maior será o valor a ser pago. Caso suspeite de alguma irregularidade, ou tenha dúvidas, você pode procurar o Procon Goiás!

Atendimento Procon Goiás (Dúvidas, reclamações e denúncias)

Os consumidores que se sentirem prejudicados podem entrar em contato com o  Procon Goiás através dos seguintes canais de atendimento:

Presencial: Realizado na sede do Procon Goiás, localizada na Rua 8, nº 242, Setor Central, em Goiânia; e também nas unidades de atendimento do Vapt Vupt.

Internet: Disponível através da plataforma ProconWebhttps://proconweb.ssp.go.gov.br.

Telefone: Moradores do município de Goiânia podem entrar em contato através do Disque Denúncia (151). Já os moradores do interior devem  ligar para o número (62) 3201-7124.

Compartilhar: