Preso quarto suspeito por assalto à joalheria do Buriti Shopping

Paulo Sérgio Neres China possui passagens por diversos crimes

O quarto suspeito de envolvimento no assalto a uma joalheria no Buriti Shopping, em Aparecida de Goiânia, foi preso nesta sexta-feira (22/03). De acordo com o delegado da Polícia Civil, Carlos Levergger, responsável pelo caso, Paulo Sérgio Neres China, de 23 anos, foi o mentor do crime e participou ativamente da ação.

Na última segunda-feira (17), três suspeitos morreram em confronto a Polícia Militar. Eles foram encontrados em um matagal na Serra das Areias, reagiram à abordagem e dispararam contra os policiais.

Segundo o delegado, Paulo Sérgio também estava no acampamento montado pela quadrilha, mas conseguiu fugir com armas e jóias roubadas durante o crime. O preso possui passagens por diversos crimes, como tráfico de drogas, roubos, receptação, e até latrocínio.

Todos os quatro foram identificados pelas forças policiais 24 horas após o crime. “Nossos policiais estão preparados para prender, realizar todo o inquérito policial e propiciar ao Ministério Público e ao Poder Judiciário condições para que prossigam com o trabalho. Porém, criminosos que receberem as tropas à bala, terão sempre resposta no mesmo nível”, avalia o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

A rapidez na solução do crime é fruto de integração entre as forças policiais. “Em Goiás, as polícias tem levado muito a sério a firme determinação do governador Ronaldo Caiado de realizarem um trabalho integrado e sempre baseado na inteligência. E assim, elas vem trabalhando juntas na repressão à marginalidade. Tenho muito orgulho da eficiência dos homens e mulheres que lutam contra o crime no Estado de Goiás”, destaca.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: