Polícia Civil prende suspeito de furtar motos mediante fraude

Alex Júnior Ifran Souza já havia sido detido em 2018, ao aparecer em vídeo com uma moto roubada

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), prendeu nesta quarta-feira (10/07), em Goiânia, Alex Júnior Ifran Souza, suspeito de furtar diversas motocicletas mediante fraude. Ele já havia sido preso em 2016, após aparecer no vídeo de um caixão caído na rua. Na época, as imagens se espalharam pelas redes sociais e ele foi identificado ao dirigir uma moto roubada.

De acordo com as investigações, desde o final de 2018, Alex entrava em contato com pessoas que anunciavam motocicletas pela internet, demonstrava interesse em comprá-las e marcava de se encontrar com as vítimas em casas de imobiliárias que estavam disponíveis para aluguel. O homem fingia interesse em alugá-las, conseguia as chaves e marcava de se encontrar com os donos das motos nestes locais.

O suspeito fingia que morava nos imóveis onde os encontros eram marcados. “As vítimas entregavam os documentos do veículo e o Alex fingia que sua esposa iria verificá-los. Em seguida, pedia para dar uma volta na motocicleta para testá-la e não retornava mais ao local. As vítimas, então, entravam na residência e percebia que ninguém morava ali e tudo não passava de um golpe”, explica o delegado Marco Aurélio Euzébio.

Conforme apurado pela Polícia Civil, as motos eram vendidas por valores abaixo do mercado antes mesmo que as vítimas conseguissem registrar ocorrência. “Somente no mês de março, ele conseguiu aplicar quase 40 furtos em Goiânia e Aparecida de Goiânia, lucrando mais de R$ 30 mil”, destaca o delegado.

Para conseguir as chaves das casas, Alex contava com a ajuda de duas mulheres, que assinavam a documentação. A polícia também já identificou um homem, que mora em Bela Vista de Goiás, e participaria do esquema como receptador. Uma motocicleta furtada foi recuperada.

Além da prisão preventiva, também foi cumprido um mandado pelo caso da moto roubada em 2016. Ele foi detido quando visitava a casa da mãe, na Capital.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: