Polícia Civil prende mais 2 suspeitos de furtar caixas eletrônicos em Águas Lindas de Goiás

Os furtos ocorreram em maio e novembro do último ano

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), por meio do Grupo Antirroubo a Bancos (GAB), da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), realizou, entre os dias 17 e 23 deste mês de julho, a prisão de mais dois homens suspeitos de furto a caixas eletrônicos na cidade de Águas Lindas de Goiás, região do Entorno do Distrito Federal.

Os crimes ocorreram em maio e novembro de 2019, respectivamente em uma farmácia e em uma galeria, ambos no município de Águas Lindas. Vale lembrar que estes foram crimes de furtos realizados em caixas eletrônicos 24 horas.”Furtos são objetos ou valores tomados sem que haja contato de violência contra pessoas, pois se houver violência ou ameaça, é roubo”, explica o delegado da DEIC, José Antônio de Podestá Neto.

Além de explicar o crime, o delegado lembra que os casos de roubo a instituição financeira estão zerados em Goiás e que esse resultado foi graças às “ações conjuntos das forças de Segurança Pública de Goiás no combate, investigação e prevenção destes tipos de crime”. Além disso, Podestá afirma que os criminosos até tentaram migrar de roubo para furto, com o objetivo de conseguirem praticar os crimes no Estado, mas não estão conseguindo.

Sobre os suspeitos presos, de 58 e 32 anos, ambos já possuíam passagens pela polícia pelo mesmo tipo de crime contra instituições financeiras, já que fazem parte de um grupo que apontou 8 indivíduos envolvidos direta ou indiretamente nos furtos a caixas eletrônicos. Destes, 6 foram presos pelo Grupo Antirroubo a Bancos (GAB/DEIC) – incluindo as duas prisões mais recentes -, um morreu em confronto policial no curso das investigações e outro está foragido e continua sendo procurado.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: