Polícia Civil prende estudante de medicina, suspeito de tráfico de drogas

Homem foi flagrado pelos policiais momentos após comercializar cocaína, em Campinas, na capital. A droga, segundo as investigações, era de alta pureza, conhecida como “escama de peixe”.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), prendeu, na tarde desta quinta-feira (06/08), um estudante de medicina, de 36 anos, suspeito de vender cocaína no Setor Campinas, em Goiânia.

Segundo a corporação, o homem estava sendo monitorado há uma semana e nesta quinta foi flagrado momentos depois de vender porções da droga a um usuário. No carro no estudante, foram encontrados mais 20 exemplares do entorpecente. As equipes realizaram ainda novas buscas, na casa do investigado. No local, foram apreendidos mais 2 kg da droga, uma balança de precisão, dinheiro oriundo do comércio de ilícitos e diversas embalagens para o acondicionamento do entorpecente.

Após verificação, a polícia constatou que a cocaína comercializada pelo suspeito era de alto teor de pureza, popularmente conhecida como “escama de peixe” e era adquirida por clientes de alto poder aquisitivo. O investigado estudou alguns períodos do curso de medicina na Bolívia e depois transferiu para o Brasil, passando a estudar em Tocantins. Ele deverá responder pelo crime de tráfico de drogas.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar:
Pular para o conteúdo