Polícia Civil prende dono de clínica de reabilitação suspeito de torturar pacientes

Ele também é acusado usar o local para manter as vítimas em cárcere privado. Polícia investiga, ainda, abusos sexuais e três mortes ocorridas na instituição

A Polícia Civil prendeu na tarde desta terça-feira (24/09), Célio Luiz da Rocha, proprietário de uma clínica de reabilitação de dependentes químicos que funcionava em Aragoiânia. A instituição mantinha mais de 100 internos – entre dependentes, portadores de doenças crônicas, idosos e adolescentes -, foi fechada na última sexta-feira (20), por conta das más condições de higiene e por manter os pacientes em cárcere privado.

No local, foram encontrados porretes e máquinas de choque. A clínica também é acusada por maus tratos e torturas. Remédios também eram manipulados por pessoas sem preparo para o exercício da função. Três mortes que ocorreram no local nos últimos dois anos também estão sendo investigadas.

Há, ainda, relatos de casos de abuso sexual. Mulheres teriam sido buscadas em suas casas e internadas à força. Duas pessoas já haviam sido presas na última semana por manterem pacientes em cárcere privados.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: