Notícias da SSPSem CategoriaÚltimo Segundo

PCGO prende líder de associação criminosa que aplicava golpe do novo número

Ouvir o texto deste post Parar ou pausar Continuar

Suspeito era foragido da justiça e ostentava vida de luxo com a aplicação dos golpes. O homem aliciava pessoas que emprestavam as contas para depósito. Com a ação criminosa, segundo a Polícia, lucrava R$ 15 mil por semana.

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo de Repressão a Estelionatos e outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais – GREF/DEIC prendeu um foragido da justiça que seria o líder de uma organização criminosa especializada na aplicação do golpe do novo número. O suspeito já tinha pelo menos oito registros de ocorrência, em Goiás. O homem era procurado pela justiça do Paraná, depois de praticar o golpe contra uma idosa, subtraindo R$ 15 mil, ao se passar pelo filho dela.

Segundo o delegado responsável pelas investigações em Goiás, William Bretz, a associação criminosa agia em todo o país. O suspeito preso seria o líder. “Após meses de buscas, conseguimos capturar um dos cooptadores de contas. É o sujeito que alicia terceiros interessados a participar desse tipo de crime, fornecendo suas contas a título de percentual ou até pagamento fixo”, informa o delegado.

Além do líder da associação criminosa, a PCGO prendeu, em outubro do ano passado, uma mulher que também trabalharia aliciando pessoas e dois beneficiários, que emprestavam as contas. A polícia ainda apreendeu um veículo de luxo, avaliado em R$ 150 mil. “Esse indivíduo ostentava uma vida de luxo, conforme comprova-se por meio de suas redes sociais, em que é encontrado com joias caras, Jet-Ski, carros importados, de fato ostentando um grande luxo,” enumera o delegado.

Não é a primeira vez que o suspeito é preso pela Polícia Civil. “Ele já foi preso em outra oportunidade, por esse mesmo grupo de repressão ao estelionato. No seu interrogatório, naquela ocasião, ele chegou a confessar que recebia cerca de R$ 15 mil por semana, com a aplicação desse tipo de golpe”, afirma William Bretz.

O homem agora cumpre prisão temporária. A Polícia vai seguir com as investigações, para a identificação de mais vítimas e autores.

Secretaria de Segurança Pública – Governo de Goiás

Botão Voltar ao topo
Pular para o conteúdo

AdBlock detectado!

Nosso site exibe alguns serviços importante para você usuário, por favor, desative o seu AdBlock para podermos continuar e oferecer um serviço de qualidade!