PC conclui inquérito sobre latrocínio de homem, em Goiânia

Segundo as investigações, a vítima foi atraída, esfaqueada e roubada. O crime aconteceu em junho deste ano. O suspeito cumpre atualmente prisão temporária.

A Polícia Civil concluiu, nesta terça-feira (21/07), o inquérito sobre o latrocínio (roubo seguido de morte) praticado contra Levi Junio Achaiblich, de 40 anos. O corpo da vítima foi encontrado no dia 25 de junho deste ano, em uma casa do Conjunto Vera Cruz II, em Goiânia.

Segundo o delegado Fabrício Flávio Rodrigues, titular do Grupo de Repressão a Roubos (Garra), Levi conheceu o suspeito do crime numa distribuidora de bebidas, do setor Vila Regina. Após passarem um tempo juntos, os dois foram para a casa da vítima.

As investigações mostraram, ainda, que o autor do crime desferiu vários golpes de facas em Levi enquanto ele dormia. Depois de cometer o crime, o suspeito fugiu do local levando diversos pertences da vítima, como o carro, roupas, uma televisão, caixa de ferramentas, além de quantia em espécie.

O veículo foi encontrado pela polícia oito dias depois do crime, num posto de combustíveis, do setor Santos Dumont, já sem o som, bateria, estepe, roda e o pneu dianteiro. Ainda de acordo com o delegado, o suspeito, que seria usuário de drogas, teria retornado diversas vezes ao local em que o veículo estava, para retirar as peças e revende-las.

O homem confessou o crime e atualmente cumpre prisão temporária. Ele já tinha passagens por furto e posse de drogas para consumo próprio e agora deverá responder por latrocínio. Outros suspeitos, que teriam auxiliado na compra e venda dos itens roubados e no desmanche do carro, também deverão responder criminalmente por furto e receptação.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar:
Pular para o conteúdo