Operação da Polícia Civil desmonta quadrilha especializada em roubos de veículos e tráfico de drogas

Nove suspeitos foram presos e dez mandados de busca e apreensão cumpridos

A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) da Polícia Civil desarticulou nesta quinta-feira (26/09), uma associação criminosa especializada em roubos e veículos e tráfico de drogas. O grupo preso durante a Operação Metropolitanus atuava em Goiânia e Senador Canedo.

No total, nove suspeitos foram presos. Dois deles, considerados líderes da quadrilha, já estavam detidos. Um deles, antes mesmo da operação ser deflagrada, já havia sido transferido para a Unidade Prisional Especial de Planaltina de Goiás, de onde não conseguiu mais ordenar os roubos. O outro estava detido em Senador Canedo e terá a influência criminal investigada para avaliar se também será transferido de presídio.

Além das prisões, foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão. “A quadrilha roubava veículos na região Metropolitana da capital. Os roubos de veículos serviam para alimentar o tráfico de drogas. Identificamos veículos e peças automotores enviadas para desmanches”, explicou o delegado Paulo Ludovico.

O secretário de Segurança Pública Rodney Miranda lembrou que diversas medidas estão sendo implantadas para garantir o efetivo controle do sistema prisional. “Nosso recado é claro: não admitimos associação criminosa dando ordens dentro dos nossos presídios. O governador Ronaldo Caiado, desde o início da atual gestão, colocou o fortalecimento das unidades prisionais como uma de suas principais prioridades. Isso está sendo cumprido. Ao trabalharmos neste sentido, contribuímos também para a redução dos indicadores criminais”, explicou.

Para o delegado-geral da Polícia Civil, Odair José Soares, a operação demonstra, mais uma vez, a efetividade da área investigativa da corporação. “Estamos trabalhando de forma cada vez mais incisiva para reduzir o crime nas ruas. Graças aos esforços das forças policiais, estamos conseguindo atingir este objetivo”, declarou.

 

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: