Inovações tecnológicas utilizadas pela PM de Goiás no policiamento rural viram referência para outros Estados brasileiros

Comitiva formada por delegados da Polícia Civil e oficiais da Polícia Militar do Sergipe conheceram as instalações do Batalhão da PM Rural e do Centro de Comando e Controle Rural, em Goiânia

O trabalho das forças policiais goianas no combate à criminalidade no campo já é referência para diversos estados brasileiros. Nesta quinta-feira (29/08), delegados da Polícia Civil e oficiais da Polícia Militar do Sergipe estiveram em Goiânia para conhecer as ações coordenadas pelo Batalhão de Polícia Militar Rural e pelo Centro de Comando e Controle Rural, cujas instalações foram inauguradas pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), em julho de 2019.

Na ocasião, o comandante de Policiamento Militar do Interior do Sergipe, coronel Fábio Fonseca Rolemberg destacou a eficácia das medidas adotadas em Goiás. “Depois de muito tempo, voltamos a registrar ações criminosas em áreas rurais do nosso Estado. Por isso, passamos a buscar alternativas em outras regiões e percebemos que, em Goiás, o trabalho tem sido bastante eficaz”, afirmou.

Para o comandante, o trabalho ostensivo dos policiais e os investimentos em tecnologia têm transformado o policiamento goiano em referência de segurança no campo. “São ações preventivas e ostensivas, que garantem maior sensação de segurança às comunidades que vivem em áreas rurais”, elogiou.

O presidente do Conselho de Segurança Rural do Estado de Goiás, Augusto César de Andrade, também acompanhou a visita. Segundo ele, as medidas adotadas pela atual gestão são fundamentais para garantir o desenvolvimento no campo. “Os produtores estão preparados, mas necessitam de proteção. A falta de segurança que existia no passado bloqueava investimentos no setor rural, mas, felizmente, o trabalho realizado em Goiás tem afastado problemas com insegurança”, disse.

No total, sete estados já buscaram inspiração nas ações de segurança rural em Goiás. Comitivas de outros países, como Colômbia e Japão, também conheceram os métodos implantados no Estado. “Temos o único centro de comando e controle do País que fornece informações de tudo que acontece no campo. Isso reduz, drasticamente, a atuação de possíveis quadrilhas especializadas em roubos contra propriedades rurais”, ressaltou o coordenador das Patrulhas Rurais em Goiás, tenente-coronel Daniel Galvão.

Além das ações já implantadas, o coordenador também explicou que já está em andamento a criação de um cadastro para todos os veículos que transportam gado no Estado. “Estes caminhões receberão certificado e serão monitorados pelas forças de segurança. A criminalidade contra as propriedades rurais já tem apresentado queda e será reduzida ainda mais”, declarou.

Criado pela Lei nº 20.488/2019, o Batalhão de Polícia Militar Rural é uma antiga reivindicação de moradores da zona rural no sentido de combater o crime em fazendas, chácaras e sítios. Cabe à unidade executar o policiamento rural, dar proteção e garantir tranquilidade à comunidade do campo, além de preservar a paz social e restituí-la quando necessário.

Por meio do Centro de Comando e Controle Rural, foi feito um mapeamento das propriedades rurais, o que garante mais agilidade no atendimento de ocorrências. Até julho, mais de 13 mil propriedades já eram georreferenciadas. A meta é atingir a totalidade destas localidades até o final da atual administração estadual.

Investimentos
Além da criação das duas unidades, o governador Ronaldo Caiado e o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, entregaram, em março deste ano, 50 viaturas à Patrulha Rural Georreferenciada da PM. Os veículos, com cabine dupla e alto desempenho, são dotados de tecnologias para uso no policiamento. Todos eles possuem tração 4×4, com motorização a disel. Os investimentos reforçam o compromisso da atual em reforçar a segurança nas áreas rurais do Estado de Goiás.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: