Governo de Goiás inaugura Sala Lilás para atender mulheres vítimas de violência

Espaço será exclusivo para realização de exames de corpo e delito de forma mais humanizada; Atual gestão, por meio da SSP, também iniciou curso de capacitação para forças policiais no sentido de capacitar as forças policiais para o atendimento inicial

“O Governo de do Estado não aceitará que a impunidade favoreça a violência contra mulheres. Como bem disse o governador Ronaldo Caiado, em Goiás, em briga de marido e mulher, o governo mete a algema no agressor”, afirmou a primeira-dama e presidente do Grupo Técnico Social de Goiás, Gracinha Caiado, nesta segunda-feira (25/11), na solenidade de inauguração da Sala Lilás, espaço exclusivo para realização de exames de corpo de delito em mulheres vítimas de violência de forma mais humanizada. A sala funcionará no âmbito da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC) da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Na ocasião, a primeira-dama reafirmou o compromisso da atual gestão no combate à violência contra mulheres. “Violência física, xingamentos e humilhações não são demonstrações de amor. Mulheres que sofrem agressões precisam de acolhimento e cuidados especiais. Este espaço humanizado vai atuar justamente neste sentido”, ressaltou Gracinha Caiado.

Para o secretário de Segurança Pública Rodney Miranda, a Sala Lilás comprova que a atual gestão empreenderá cada vez mais esforços para proteger as mulheres goianas. “Muitos criminosos acham que nada vai acontecer quando agridem mulheres, mas, em Goiás, estamos mostrando que é diferente. Nossas forças policiais estão prontas para acolher as vítimas e deter os covardes que insistem em cometer esse tipo de crime”, destacou.

Todos os servidores que vão atuar no espaço passarão por treinamento específico. “É um projeto que vai além do espaço físico. Trata-se de um ambiente totalmente humanizado com profissionais preparados para atender as mulheres de forma especial. Também vamos atender crianças vítimas de violência. Este projeto é modelo e queremos levá-lo para outros municípios”, explicou o superintendente de Polícia Técnico-Científica (SPTC), Marcos Egberto Brasil de Melo.

A secretária de Desenvolvimento Social Lúcia Vânia também participou da solenidade e destacou a importância da Sala Lilás no acolhimento das vítimas. “Mulheres agredidas estão carregadas de dor e humilhação. Felizmente, o Governo de Goiás foi sensível e criou um espaço onde elas encontrarão pessoas que entendem as dores dessas vítimas”, elogiou.

Além da inauguração, a SSP também iniciou o curso “Capacitação para Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência”, que tem como principal objetivo capacitar os servidores das forças policiais no acolhimento inicial e no atendimento às mulheres em situação de violência. Por meio do curso, integrantes das polícias Civil e Militar, bem como da SPTC, terão condições de prestar serviços ainda mais eficientes nesse tipo de atendimento. A formação também vai capacitá-los para o correto preenchimento do Formulário Nacional de Avaliação de Riscos, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Goiás Seguro: mais de 1 mil downloads em quatro dias
Mais de 1 mil downloads do aplicativo Goiás Mais Seguro já foram realizados desde a última quinta-feira (21), quando foi lançado o Alerta Maria da Penha. A ferramenta permite que qualquer pessoa acione a Polícia Militar para ajudar mulheres em situação de violência. O aplicativo permite que usuários façam contato direto e simplificado com a PM e possibilita o acompanhamento da viatura do atendimento no mapa. É possível, ainda, buscar o telefone da viatura mais próxima.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: