Forças policiais impedem explosão de caixas eletrônicos em Buriti Alegre

Três suspeitos foram presos

Uma operação integrada entre o Grupo Antirroubo a Banco (GAB) da Polícia Civil e das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) impediu que assaltantes explodissem caixas eletrônicos de uma agência bancária em Buriti Alegre. Três pessoas suspeitas já foram presas.

A ação foi realizada após compartilhamento de informações entre as duas corporações. Os suspeitos foram monitorados até que na madrugada de terça-feira (04/02), equipes policiais se posicionaram para antecipar o crime. “Quando perceberam nossa presença, os suspeitos fugiram e nós iniciamos o acompanhamento por mais de 15 quilômetros em uma estrada vicinal. Os acusados abandonaram o veículo e dispararam contra os policiais. Um deles morreu”, explicou o major José Cortez.

O outro suspeito fugiu pela mata. No veículo, os policiais encontraram armas de fogo e objetos utilizados na explosão de caixas eletrônicos. “Os suspeitos possuem diversas passagens pela polícia por vários crimes. Trata-se de mais uma ação de sucesso das forças de segurança de Goiás”, destacou o delegado José Antônio de Podestá.

Foram apreendidos um colete antibalístico, uma espingarda calibre 12, uma pistola 9mm e ferramentas usadas para arrombar agências bancárias, além de explosivos. Em seguida, os policiais conseguiram prender três pessoas suspeitas de envolvimento com a quadrilha. Eles teriam fornecido apoio logístico na cidade para os demais criminosos.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: