Forças policiais de Goiás e da Bahia desarticulam associação criminosa e recuperam carga avaliada em R$ 1 milhão

Três armas de fogo e dois veículos foram apreendidos. Ação integrada faz parte da política de reforço no policiamento de fronteiras, medida que foi determinada pelo governador Ronaldo Caiado e pelo secretário Rodney Miranda

Em operação integrada, a Polícia Militar do Estado de Goiás, por meio do Comando de Operações de Divisas (COD), e a Polícia Militar da Bahia desarticularam neste domingo (12/01), uma associação criminosa especializada em roubos contra redes de lojas de varejo. Uma carga de telefones celulares avaliada em R$ 1 milhão foi recuperada. A ação foi realizada na região de Luís Eduardo Magalhães, na Bahia.

Os policiais também apreenderam três armas de fogo, além de dois veículos e objetos utilizados pelo grupo em ações criminosas. Três suspeitos reagiram à abordagem, dispararam contra os policiais e acabaram mortos.

A quadrilha é investigada por crimes cometidos em pelo menos três estados. O grupo é suspeito de diversos roubos e furtos qualificados contra grandes redes varejistas e agências de correspondentes bancários.

Reforço nas fronteiras
Desde o início de 2019, por determinação do governador Ronaldo Caiado e do secretário de Segurança Pública Rodney Miranda, o Comando de Operações de Divisas reforçou suas ações preventivas e ostensivas nas fronteiras goianas. O objetivo, neste sentido, é evitar que o Estado seja rota do crime organizado. “Estamos trabalhando diuturnamente para combater crimes, como tráfico de drogas, contrabando e roubo, por exemplo. No ano passado, alcançamos recordes de apreensões de entorpecentes e fomos responsáveis pela desarticulação de diversas quadrilhas. Vamos continuar trabalhando neste sentido, inclusive, ampliando as ações integradas com polícias de outros estados”, afirma o comandante do COD, tenente-coronel Vanderlan Nazareth.

No ano passado, a unidade especial da Polícia Militar realizou diversas apreensões de drogas que vieram de outros estados e até mesmo de outros países. O COD trabalha para coibir, especialmente, o crime organizado. São realizadas, ainda, operações para evitar a entrada de armas, roubo de cargas e ataques a bancos.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar: