Polícia Civil prende dupla suspeita de homicídio, em Anápolis

Investigação aponta que crime tenha sido motivado por acerto de contas. Suspeitos foram recolhidos no presídio local e deverão responder por homicídio qualificado

A Polícia Civil de Goiás cumpriu na manhã desta segunda-feira (15/02) mandados de prisão temporária contra dois homens, de 27 e 30 anos, suspeitos do homicídio de Walisson Alexandre Amaral, em Anápolis. O crime aconteceu no dia 28 de julho de 2019, em uma casa do Setor Jardim Palmares. Na ocasião, a vítima foi morta após ser atingida por disparos de arma de fogo. Os mandados foram cumpridos pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da cidade.

Segundo a apuração, Walisson, à época com 30 anos, estava no local ingerindo bebidas alcoólicas e confraternizando com colegas.  Imagens de câmeras de vigilância das imediações mostraram o momento em que dois homens armados chegaram à residência em um veículo, invadiram o imóvel e executaram a vítima com oito disparos de pistola calibre .40. “Trabalhamos com a hipótese de acerto de contas, já que a vítima era pessoa do mundo do crime e recém-egresso da cadeia”, afirmou o delegado Wllisses Valentim.

No curso das investigações, os policiais identificaram três envolvidos no crime. Dois dos suspeitos são apontados como executores e o terceiro teria auxiliado dando fuga aos comparsas. “Nas imagens é possível observar que dois deles invadiram a casa, enquanto o motorista ficou no carro”, ressaltou. A arma de fogo utilizada na ação foi apreendida e passou por exame pericial, que teve resultado de confronto balístico positivo com os projéteis retirados do corpo da vítima.

Os dois suspeitos presos nesta segunda-feira possuem diversas passagens, incluindo por crimes de roubo, associação criminosa, estelionato e furto. Eles deverão responder por homicídio qualificado, por recurso que impossibilitou a defesa da vítima. A dupla foi recolhida no presídio local e colocada à disposição da Justiça. O terceiro suspeito segue foragido.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar:
Pular para o conteúdo