Final de semana: PM apreende quase 400 kg de drogas no estado

Principais ocorrências foram registradas na capital, em Aparecida de Goiânia, Anápolis, Rio Verde, Caçu, Rubiataba e Luziânia

A Polícia Militar de Goiás apreendeu entre a noite de sexta-feira (13/11) e este domingo (15/11), quase 400 quilos de drogas no estado. As ações realizadas durante o final de semana resultaram em um total de 24 prisões em flagrante, 10 delas por envolvimento com o tráfico de entorpecentes. Foram apreendidos também cinco armas de fogo, munições e três veículos. As principais ocorrências foram registradas na capital, em Aparecida de Goiânia, Anápolis, Rio Verde, Caçu, Rubiataba e Luziânia.

Apenas em uma das diligências, policiais do Comando de Policiamento Especializado (CPE) DE Rio Verde, apreenderam 300 tabletes de maconha. Os militares receberam informações de um carregamento, com os entorpecentes e iniciaram diligencias na cidade. As equipes se deslocaram até uma casa, que funcionava como depósito dos ilícitos. No local, se depararam com um suspeito, que efetuou diversos disparos. Os militares revidaram à injusta agressão. O homem foi baleado e chegou a ser levado à UPA do município, mas não resistiu.

Após buscas na residência, os policiais encontraram as drogas, escondidas em caixas e embaixo de um colchão. Somadas, as peças chegaram a quase 400 quilos do entorpecente. Os policiais apreenderam também na casa uma pistola calibre 9mm com kit rajada, uma balança de precisão e um caderno com anotações do tráfico. Todos os itens apreendidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil da região, para as providências cabíveis.

Em outra ocorrência, uma mulher, de 24 anos, foi presa por possível envolvimento com o tráfico de drogas, em Goiânia. Equipes do Comando de Policiamento da Capital (CPC) chegaram até a suspeita, após o recebimento de denúncia anônima, informando sobre o comércio de ilícitos, no setor Carolina Park. Com ela, foram apreendidos três tabletes de maconha, uma balança de precisão e material para embalar os entorpecentes. A mulher foi levada à Central Geral de Flagrantes.

Policiais do Batalhão de Choque também atuaram contra o tráfico de drogas. Em uma ação, realizada no Setor Norte Ferroviário, em Goiânia, os militares localizaram e prenderam um homem, suspeito de vender os ilícitos. Com ele, foram apreendidos três tabletes de maconha, 12 tubos de lança perfume, 101 comprimidos de ecstasy e porções de cocaína. O indivíduo foi encaminhado, junto aos itens apreendidos, à Central de Flagrantes, para as providências legais cabíveis.

Equipes da Rotam também prenderam um homem, na capital, por tráfico. Os militares realizavam patrulhamento tático pelo setor Estrela Dalva, quando visualizaram o indivíduo, em atitude suspeita. Após buscas, os policiais encontraram com ele porções de cocaína. Aos PMs, o homem confessou que teria mais dos ilícitos em sua residência. Novas buscas foram realizadas no local, que resultaram em outras poções de maconha e cocaína apreendidas, além de uma balança de precisão e um pé de maconha. O homem foi levado à CGF.

Já em Aparecida de Goiânia, um homem, de 22 anos, foi preso transportando drogas. A prisão foi realizada no setor Papillon Park, durante patrulhamento preventivo realizado por militares do 41º BPM. Os ilícitos eram entregues de motocicleta, no sistema delivery. Com o suspeito, foram encontradas porções de maconha, balança de precisão e cerca de R$ 70,00 em dinheiro. O homem, que já possuía antecedentes criminais por tráfico de drogas e receptação, foi levado ao 4º Distrito Policial do município.

Policiais da Rotam prenderam também um homem suspeito de praticar um homicídio. O crime foi registrado na sexta-feira (13/11), em Nerópolis. Na ocasião, o indivíduo teria chamado a vítima para conversar e logo em seguida efetuou diversos disparos de arma de fogo. A ação foi flagrada por câmeras de segurança. Após o crime, os militares trocaram informações com a Delegacia de Nerópolis, para localizar o suspeito, que estava em uma fazenda de Rubiataba. No local, foi apreendida ainda uma caminhonete usada no dia do assassinato. O homem foi levado à Delegacia da região.

Durante as ações da PM, uma associação criminosa, composta por pelo menos sete pessoas, foi presa por equipes do COD/CPR, na região Leste do estado. O grupo, oriundo do Estado de São Paulo, teria se estabelecido em Goiás com a finalidade de aplicar o golpe das tintas falsificadas. A ação foi realizada após o recebimento de denúncias. Durante a ação, os suspeitos identificavam potenciais vítimas em diversas cidades de Goiás, Minas Gerais e do Distrito Federal. O conteúdo, contudo, se trata de uma mistura de água, cal e corante. Ao todo, foram apreendidos 2.032 litros do produto. Os suspeitos e os produtos foram encaminhados à Delegacia de Luziânia.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar:

Pular para o conteúdo