“Espero em breve encerrar essa batalha”, afirma governador durante entrega de homenagens a familiares dos profissionais da Segurança Pública, vítimas da Covid-19

Homenagem foi realizada durante tradicional comemoração do aniversário de criação da Secretaria de Segurança Pública do Estado

“Rendo minhas mais profundas homenagens a vocês, que tiveram seus entes queridos abatidos por essa pandemia. Se Deus quiser, espero em breve encerrar essa batalha”, afirmou o governador Ronaldo Caiado, nesta terça-feira (17/11), durante a entrega de homenagens aos familiares dos profissionais da Segurança Pública de Goiás, vítimas da Covid-19. O evento, feito na SSP-GO, em Goiânia, foi realizado em tradicional comemoração do aniversário de criação da pasta.

Há nove anos, a data é marcada pela entrega da Medalha da Ordem do Mérito da Segurança Pública Governador Mauro Borges Teixeira, maior honraria concedida a pessoas com atuação destacada no setor em Goiás. Nesse ano de 2020, diante da pandemia do coronavírus, a homenagem foi concedida aos parentes dos 28 heróis das forças policiais, que estavam em atividade e perderam suas vidas em função de complicações da Covid-19.

Durante o evento, o governador se solidarizou com os familiares das vítimas que, assim como tantas pessoas durante a crise sanitária, tem convivido com a dor da perda de um ente querido. “Muitas vezes temos as nossas limitações, nos curvamos a Deus e pedimos a ele que dê forças a cada um de vocês. A imagem não sai da mente de cada um aqui que passou pela angustia e sofrimento durante esse período. Não é fácil. O isolamento na UTI, sem a possibilidade de estar ao lado do seu ente querido. E fica a nós aquele sentimento de perda. Aos familiares, rendo minhas mais profundas homenagens”, destacou.

O chefe do Executivo estadual destacou a importante atuação que as forças policiais têm desempenhado, trazendo maior segurança à população goiana. “A Segurança Pública de Goiás tem sido orgulho pra mim como governador do estado. Já repeti por mais de mil vezes, vocês me deram governabilidade, vocês se dispuseram a ajudar a devolver Goiás aos goianos, vocês se dispuseram a expor suas vidas para que se preservasse a ordem e o socorro a todas as pessoas necessitadas. Saberei render a estes heróis o reconhecimento do povo goiano. É o mínimo que se espera de um povo que tem respeito e orgulho da sua tropa”, ressaltou.

O governador Ronaldo Caiado ainda lembrou a necessidade contínua de se manter as medidas de prevenção e combate à Covid-19. “Muitas vezes incompreendido, pelas duras medidas que tomava. Essas medidas tinham um objetivo, que era exatamente diminuir o sofrimento das pessoas e dos familiares que ali conviviam com a perda irreparável. Já evoluímos bastante dentro de protocolos capazes de salvar pessoas, mas sabemos que o único tratamento real, para que amanhã possamos ter segurança, para não sermos abatidos por essa virose, é a vacina. O que nós sabemos, é aquilo que nos é ensinado, de mantermos o uso da máscara, fazermos a limpeza das mãos, realmente termos os cuidados”, pontuou.

Durante o discurso, o secretário de Segurança Pública do Estado, Rodney Miranda, que atua nas forças policiais há quase 40 anos, lembrou que o sofrimento com a perda dos profissionais é compartilhado por todos. “Essa é uma dor de todas as nossas famílias. Quem é da polícia e quem tem parente policial sabe o que é isso, independente da designação. Nós somos uma grande família. Uma grande família de proteção à nossa sociedade. Eu queria que todos se sentissem homenageados e acolhidos pelo Governo do Estado, pela Secretaria de Segurança Pública e por suas respectivas forças de Segurança ”, disse.

Assim como o governador, o titular da pasta rendeu elogios às forças policiais, que não se intimidaram diante da pandemia e continuaram bravamente, atuando em favor da segurança de todos. “Nestes tempos de pandemia, este 2020 inusitado que estamos vivendo, as forças de segurança não arredaram um milímetro sequer de suas obrigações. Não recuaram. Foram, como sempre, linha de frente no combate à criminalidade e no apoio às necessárias medidas de afastamento que a equipe de Governo teve que adotar para superarmos essa situação, que ainda não acabou. Aqui temos o sentimento de orgulho. Eu sei que isso não os traz de volta, mas nos conforta”, afirmou.

Para a coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado, o momento não era de celebração, mas sim de “honrar pessoas e vidas”. “Quero dizer o amor e respeito que eu e Ronaldo temos pela força de segurança do nosso estado. Cada vez que o secretário nos mandava mensagens contando sobre a perda de um policial, sofríamos cada uma delas. Neste momento quero nos colocar como parceiros nesse sofrimento de vocês. Eles perderam suas vidas fisicamente, mas a história de vida, a honra e o amor, permanecem. Meu muito obrigada e o meu carinho para cada um de vocês das famílias desses bravos e nobres guerreiros”, frisou.

Participaram também do evento o comandante geral da Polícia Militar, coronel Renato Brum dos Santos, o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Esmeraldino Jacinto Lemos, a delegada Renata Chein, superintendente de Polícia Judiciária e representante do delegado geral da Polícia Civil, Odair José Soares, o diretor geral de Administração Penitenciária, coronel Agnaldo Augusto da Cruz e o perito criminal Ricardo Matos, representando o superintendente da Polícia Técnico Científica, Marcos Egberto.

Secretaria de Segurança Pública (SSP) – Governo de Goiás

Compartilhar:

Pular para o conteúdo