Corpo de Bombeiros Militar de Goiás forma 1ª turma do Curso de Intervenção e Operações de Salvamento em Desastres

Ao todo, 36 bombeiros militares concluíram a especialização. A cerimônia também marcou a aposentadoria da cadela que atuou em resgates como o de Brumadinho

Com 36 formandos, o encerramento do Curso de Intervenção e Operações de Salvamento em Desastres (CIOSD-2020) do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) aconteceu nesta terça-feira (3/3). Entre os alunos estão bombeiros de Goiás, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Roraima, Maranhão e da Força Nacional, além de membros do Exército Brasileiro (EB) e da Força Aérea Brasileira (FAB). O evento foi realizado no pátio do 1º Batalhão Bombeiro Militar no Centro de Goiânia, perto do Parque Mutirama.

O objetivo do curso, que foi promovido em cinco módulos durante 2019, foi especializar o militar para o desenvolvimento de atividades de resposta em operações de salvamento em desastres, aprimorar seus conhecimentos e instruí-los com novas táticas, técnicas e o emprego de equipamentos existentes na Corporação. As aulas permitiram, ainda, preparar a tropa para resposta a catástrofes como desastres naturais, geológicos, hidrológicos, além de colapso de edificações e colapso de barragens.

Dentre as disciplinas do CIOSD estavam Gestão e Operações de Busca e Salvamento em Desastre, Salvamento em Soterramento/Deslizamento, Busca e Resgates em Inundações e Enxurradas, e Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas. E, durante os ensinamentos, os militares foram expostos à exaustão cognitiva, física e psicológica para que fossem formados como intervencionistas aptos a atuar em ocorrências de alta complexidade onde é preciso raciocínio rápido, controle emocional, preparo físico e foco.

O secretário de Segurança Pública de Goiás Rodney Miranda, que esteve presente no evento, garantiu que os investimentos na especialização da tropa de segurança pública fazem parte das diretrizes do governador Ronaldo Caiado. “Capacitar constantemente as forças e extrair o máximo dos nossos profissionais para que a gente possa entregar o melhor trabalho para a sociedade”, afirmou.

Aposentadoria da cadela Hanna

A cerimônia do CIOSD também marcou a aposentadoria da cadela Hanna, que após oito anos de serviços prestados ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás e ao País terá seu merecido descanso. Na ocasião, o animal recebeu uma homenagem que está indo para a reserva, como se fala na carreira militar quando um profissional completa seu tempo de serviço.

Hanna foi um dos cães de resgate goianos que trabalharam nas buscas das vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho (MG), em 2019. Um cão de buscas se aposenta, em média, com oito anos de serviço. Nascida em agosto de 2012 em uma ninhada com mais dois filhotes e filha da cadela de trabalho do CBMGO Isabor, Hanna se destacou e foi selecionada pelos cinotécnicos da época para galgar a oportunidade de treinar, seguindo os passos da mãe, e se tornar um cão de busca e resgate do CBMGO.

Para Rodney, a solenidade em homenagem à Hanna tem tudo a ver com o curso de formação. Segundo o titular da SSPGO, a homenagem está “interligada à formatura do CIOSD”. “Isso nos faz lembrar um momento triste do Brasil, sobre a tragédia de Brumadinho, mas lembra também a solidariedade da população, dos bombeiros e do governo de Goiás em ter atendido prontamente Minas Gerais, já que fomos os primeiros a chegar para ajudar naquela situação”, finaliza o secretário, dizendo que o momento é de “comemoração e reflexão”.

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027

Compartilhar:
Pular para o conteúdo