Titular da SSPAP-GO, Ricardo Balestreri faz conferência na Academia Brasileira de Letras, no Rio, nesta terça-feira, às 17h30, com transmissão ao vivo

WhatsApp Image 2017 04 25 At 11.12.39

Especialista em direitos humanos e com mais de 20 anos de atuação no combate à criminalidade, o novo secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) de Goiás, Ricardo Balestreri, participa nesta terça-feira (25/04), a partir de 17h30, no Rio de Janeiro, do Ciclo de Conferências que a Academia Brasileira de Letras (ABL) realiza no mês de abril, com o tema “Segurança Pública em debate”. Balestreri fará uma conferência sobre “O modelo policial brasileiro. O que precisaria mudar?”, fechando o ciclo de debates que incluiu outras três conferências feitas por personalidades, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. As conferências são transmitidas ao vivo pelo site www.academia.org.br

O ciclo de conferências de 2017 da ABL tem a coordenação-geral da primeira secretária da Academia, escritora Ana Maria Machado. O ciclo de abril, que versa sobre segurança pública, é coordenado pelo segundo secretário, o acadêmico Merval Pereira. As conferências são abertas ao público e são realizadas sempre às terças-feiras, no Teatro Raimundo Magalhães Júnior, à Avenida Presidente Wilson, 203, Castelo, Rio. Os participantes terão certificados de frequência.

Ciclo
O primeiro conferencista do mês foi o acadêmico Fernando Henrique Cardoso, que, no dia 4, falou sobre “As políticas sobre drogas e a crise carcerária no Brasil”. O segundo palestrante foi o escritor, dramaturgo, roteirista, antropólogo e pós-doutor em filosofia política Luis Eduardo Soares, que também foi secretário nacional de Segurança Pública. Ele falou sobre “Desafios do sistema de segurança pública e justiça criminal no Brasil”, na terça-feira, dia 11.

Os conferencistas da próxima semana são Robert Muggah e sua esposa Ilona Szabó, do Instituto Igarapé de Segurança Pública e da Comissão Global de Políticas sobre Drogas, conhecidos pela liderança na luta pela legalização das drogas no Brasil. Eles vão falar sobre “Como reduzir os homicídios e construir cidades seguras”, no dia 18 de abril.

Compartilhar: