Quadrilha que explodiu carro-forte em Unaí (MG) é presa em Goiás

IMG_20170526_100529

Trio é detido em Alexânia. Forças policiais localizam em uma chácara no município de Formosa, R$ 426 mil, além de armas, munições, explosivos e veículos. “Trata-se de uma dura resposta ao crime organizado”, afirma superintendente executivo da SSPAP, coronel Edson Costa

A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) apresentou nesta sexta-feira (26/05), mais detalhes sobre a prisão de três homens suspeitos de envolvimento na explosão de um carro-forte em Unaí, em Minas Gerais. O crime foi cometido na última segunda-feira (22/05).

O trio foi detido em Alexânia. A polícia também conseguiu chegar em uma chácara na cidade de Formosa, onde foram apreendidos R$ 426 mil, além de armas, munições, explosivos e veículos, como 62 bananas e 21 espoletas de dinamite. Foram presos Ricardo Silva Torres, 25 anos, Leandro Henrique da Silva, 36, e Boaventura Medrado de Souza, 46.

A Ação foi possível graças ao compartilhamento de informações entre SSPAP, Serviço de Inteligência da PM, Polícia Federal, Secretaria de Segurança Pública e Polícia Militar da Bahia. “É uma operação que demonstra a força de nossas instituições. Trata-se de uma dura resposta ao crime organizado”, afirma o superintendente executivo da SSPAP, coronel Edson Costa.

O comandante-geral da PM, coronel Divino Alves, ressaltou que a quadrilha é uma das mais perigosas do Brasil. “Sem dúvidas, essa ação foi um golpe forte contra os criminosos, que agiam de forma bastante violenta”, disse.

De acordo com a PM, o líder do grupo morreu em confronto com policiais no município Aragarças, na região do Mato Grosso goiano, três semanas antes do assalto ao carro-forte.

FOTOS: WILDES BARBOSA

 

Compartilhar: