Operação Tríade: 14 estabelecimentos comerciais com irregularidades são interditados

A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira (14/04) a segunda etapa da Operação Tríade, que teve como principal objetivo fiscalizar a atuação de estabelecimentos comerciais que negociam peças e acessórios de veículos em todo o Estado. Na ação, 14 lojas foram interditadas, um veículo roubado recuperado e uma prisão em flagrante foi registrada por posse de munição e comercialização de motosserra – este último caso também caracteriza crime ambiental.

O trabalho foi coordenado pela Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), que tem como titular o delegado Adriano Sousa Costa e realizado em parceria com Polícia Militar e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). Também foram lavrados 11 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) por infrações penais fiscais e 11 autos administrativos fiscais.

Esta segunda etapa da Operação Tríade foi realizada em dez cidades: Ceres, Goianira, Inhumas, Itaberaí, Jaraguá, Nerópolis, Petrolina, Rialma, Rianápolis e Uruana.

Fiscalização

Na primeira etapa da operação, realizada em março deste ano, na Vila Canaã, em Goiânia, 34 estabelecimentos foram lacrados por não apresentarem a documentação necessária para o funcionamento. Oito TCOs foram lavrados por crimes contra a ordem tributária e um veículo roubado também foi recuperado.

Fotos: Jota Eurípedes

Comunicação Setorial
Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP)
(62) 3201-1004, 3201-1055

 

 

 

 

Compartilhar: