Dono de laticínio, vereador de Caldazinha é preso por comercializar queijo vencido

3

De acordo com delegado-adjunto da Decon, Frederico Maciel, o ambiente era sujo e no local foram encontradas larvas e insetos. Waldemar Marques Esteves é autuado pela prática de crime contra as relações de consumo e pena pode chegar a cinco anos de prisão

Waldemar Marques Esteves, vereador de Caldazinha e proprietário de um laticínio na zona rural do município, foi preso em flagrante nesta terça-feira (22/08) durante operação da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor do Estado de Goiás, por comercializar queijo ralado em condições impróprias ao consumo.

Localizado na Região Metropolitana de Goiânia, o laticínio produziu queijo de forma clandestina em uma casa aos fundos do estabelecimento de Waldemar, em desrespeito às normas sanitárias vigentes. No total, foi apreendida e inutilizada meia tonelada de queijo. Esta foi uma ação conjunta com a Agrodefesa e a Política Técnico-Científica.

De acordo com o delegado-adjunto da Decon, Frederico Maciel, o ambiente era sujo e no local, junto ao queijo que era ralado, foram encontradas larvas e insetos. “Também foram encontrados queijos ralados já embalados e prontos para retornar às prateleiras de supermercados diversos, sendo identificado um de grande porte de Goiânia”, revela.

Este não é a primeira vez que Waldemar foi autuado pela Vigilância Sanitária. Em 2009, o laticínio, que funciona desde 1995, também foi autuado por más condições de higiene. Em julho deste ano, foram encontrados clorofórmios fecais nos produtos, além da não-esterilização de materiais.

O vereador foi autuado pela prática de crime contra as relações de consumo, cuja pena pode chegar a cinco anos de prisão. O delegado Frederico Maciel diz que os supermercados não responderão por nenhum processo criminal por não terem conhecimento das irregularidades do laticínio de Caldazinha. “Eles compravam o produto acreditando que estavam dentro da validade”, resume.

FOTOS: Divulgação

Compartilhar:
Pular para o conteúdo